A Vida é mais do que um Ofício

Escrevo frequentemente sobre fazer coisas diferentes, fora da nossa zona de conforto. Sobre não seguirmos um caminho tradicional e sermos persistentes naquilo em que acreditamos.

Para mim é fácil escrever sobre estes temas porque não segui uma carreira tradicional mas sobretudo porque vivo rodeada de exemplos de pessoas que desafiam o status quo.

Uma dessas pessoas é o Miguel.

Conheci o Miguel como Espanhol (nome artístico) há quase 10 anos atrás num festival de Hip Hop que organizei e desde aí que tenho acompanhado o percurso dele. O Miguel é um artista independente que nunca se conformou com as limitações impostas pela dimensão do mercado português.

Não conseguindo viver da música (ainda), tirou uma licenciatura em marketing e não teve receio de partir rumo ao Dubai para trabalhar na Emirates. Uma vez aqui, podia ter ficado acomodado no sector da aviação, com todos os perks que isso traz (viajar pelo mundo, anyone?), mas a humildade com que se entrega a novos desafios (mesmo que triviais) não passou despercebida. Em pouco tempo chamou a atenção do CEO de uma grande empresa no Médio Oriente, para a qual trabalha actualmente.

Com uma oportunidade destas, seria muito fácil abandonar o sonho em prol de um plano B mais estável em todos os sentidos. Mas o espírito empreendedor que levou um artista relativamente desconhecido a actuar no SXSW falou mais alto e o Miguel continua a fazer música.

Este tema com o Lyan (outro pessoa que admiro), encaixa-se perfeitamente no tema do Licenciado. E Agora? pelo que partilho aqui convosco o respectivo video e letra.

Sou um recém-licenciado
Não integrado no sistema, acho que nem valeu a pena ser recenseado
Nem metade do trabalho que tive
Estou sem trabalho, dizem que sou livre
Não, nem me sinto livre
Só atrapalho
Como livros do secundário
Para mim o ensino da Univ foi secundário
Habituado a horários, trabalhos, prazos
Pra hoje estar stressado por ter demasiado espaço no meu dia
Eu não queria ser tão sábio
Mas já sabia que não ficava na empresa depois do estágio
É que eu estou informado
Que hoje em dia não chega só ser formado
Fico conformado com o que apareça
Afinal há que por o comer na mesa, né?
E eu não sei o que esta mais verde
Se é o pão la em casa ou a minha mãe a ver-me
Sempre sem emprego
Passo noites sem sossego
Rotina traz inquietação
O valor desta lição é ofício
A vida é mais que um ofício
A crise está em todo o lado
Currículos são postos de lado
Portanto vou tirar uma foto de lado
Ese o meu currículo for posto de lado
Talvez seja olhado
Nah… ninguém me ligou
Até do McDonald’s como é que ninguém me ligou, man?!
Algo está errado e não sou eu
Tenho muito mais valor do que a Tuga me deu
Sempre sem emprego
Passo noites sem sossego
Rotina traz inquietação
O valor desta lição é ofício
A vida é mais que um ofício
Há quem diga que o que nos uniu
Em breve irá ruir
Que o pior está pra vir
Não terei medo se o que nos sustenta
Se o que nos alimenta
Estiver sempre aqui
Advertisements
A Vida é mais do que um Ofício

One thought on “A Vida é mais do que um Ofício

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s